ÁREA PARA CLIENTES:
COMPARTILHE COM SEUS AMIGOS:
Assine nossa newsletter para receber novidades:
Área restrita para clientes:

TRADUTOR ON-LINE CAUSA SAIA JUSTA

 

Uma delegação de jornalistas israelenses criou uma situação constrangedora ao enviar para o ministério das relações exteriores da Holanda uma mensagem traduzida por um software on-line. Segundo o jornal “The Jerusalem Post”, o e-mail do grupo continha perguntas sem sentido, sendo que muitas delas citavam por engano a mãe do ministro holandês. 

 

As perguntas foram enviadas antes que a delegação visitasse a Holanda para atender a um seminário sobre o sistema político daquele país. A viagem dos jornalistas estava marcada para a próxima semana, mas, segundo o jornal, o ministério considera cancelar a visita e fazer uma reclamação formal sobre o incidente. Os jornalistas, por sua vez, se disseram muito envergonhados para manter os planos da viagem, de acordo com o “The Jerusalem Post”. 

 

O e-mail enviado ao ministério no último final de semana tinha frases em inglês completamente sem sentido. Em tradução literal para o português, o início da mensagem ficaria assim: “em anexo cinco questões com respeito ao ministro das relações exteriores. A mãe sua visita a Israel é um dormir para o favor ou para a cama sua mente no conflito são os israelenses e palestinos e na relação de Israel Holanda”. O jornal também afirma que a continuação da mensagem tinha cinco questões incompreensíveis e em cinco vezes mencionava a palavra “mãe”. 

 

A confusão com essa palavra, explica a publicação, pode ter acontecido porque o tradutor confundiu ha'im (“se”, em hebraico) com ha'ima (“mãe”). Entre outros erros, estão literalmente “curativos para domos tricotados” e “o que, em sua opinião, precisa fazer oposto o horrível iraniano de Israel?” -- na versão original, essa última pergunta era “o que, na sua opinião, precisa ser feito em relação à ameaça iraniana a Israel?”. 

 

Tradutor 
 

Quando o ministério entrou em contato com a delegação de jornalistas responsável pelo e-mail, descobriu que o texto havia sido traduzido por um programa disponível na internet. A confusão teria acontecido porque o jornalista responsável pela viagem não estava disponível, quando o consulado da Holanda pediu uma prévia das perguntas que seriam feitas durante a visita. Outro jornalista envolvido no trâmite escreveu o texto em hebraico, fez a tradução automática e o enviou para o ministério holandês. 

 

Há contradições sobre o software on-line usado para essa tradução. O “The Jerusalem Post” afirma que o responsável pela mensagem utilizou a ferramenta Babel Fish, mas o site de technologia “The Register” diz que a informação não é verdadeira, pois o Babel Fish não traduz textos escritos em hebraico. 

 

“Como esse e-mail pôde ser enviado? Esses jornalistas criaram um grande incidente”, afirmou um oficial do ministério das relações exteriores. 

 

 
MEU CARRINHO
Você possui: 0 itens
Total no carrinho: R$ 0,00
LINKS ÚTEIS
Consulados no Brasil
Documentos para visto
O que é tradução juramentada
Mais notícias
Glossários
ENQUETE
 
ÁREA PARA CLIENTES
Digite seu nome de usuário:
Digite sua senha:
ENTRAR NO SISTEMA
NEWSLETTER
Nome:
E-mail:
CADASTRAR-SE
FAÇA UMA BUSCA
Digite o que deseja procurar:
 
 
Palavras-chave

Tradutor Juramentado

Tradução Juramentada

Tradução Técnica

Legalização Consular Interpretação Tradução Consecutiva Tradução Simultânea

 

 
Parceiros
Correios
Outro Parceiro
Mais um Parceiro
Parceiros
Escritórios

São Paulo

Alameda Casa Branca, 844, sala 112 (esquina com Al. Lorena)

São Paulo, SP, CEP: 01408-000

Santos

Rua Dona Anália Franco, 27 

Brasília

SBN QD 1, CJ3, BL A 1° ss Pool

Curitiba

Rua Padre Anchieta, 2128, Bigorrilho

Rio de Janeiro

Rua Leopoldo Miguez, 178, Copacabana

 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
Contato

E-mail: [email protected]

Telefone da Matriz:         +11 3884.5320

Skype: Daticom3287